5ª Festa da Mandioca movimenta o reassentamento Riacho Azul

A 5º  Festa da Mandioca ocorreu na última sexta-feira no reassentamento Riacho Azul, localizado na margem esquerda do rio Madeira, distante 20 quilômetros de Porto Velho. Realizado pela Emater, com apoio da Santo Antônio Energia, o festejo reuniu cerca de 200 pessoas, entre agricultores e familiares. Na ocasião, ocorreram palestras e concursos para a escolha da maior raiz, do melhor derivado da mandioca, do mais rápido descascador e ainda a premiação para quem conseguisse comer a maior quantidade de mandioca.

Na apresentação dos derivados, o destaque foi o inusitado sorvete de mandioca, feito por Francisco Sales, que ganhou o primeiro lugar na competição.  “Estou muito feliz por ganhar esta competição. Gosto muito de fazer sorvete, porque é prático e rápido, só tenho que cuidar para que ele não fique com fiapos de mandioca”, explicou.

O  reassentamento Riacho Azul, construído pela Santo Antônio Energia, é um dos maiores produtores de mandioca da capital rondoniense

O prêmio de maior raiz ficou com a dupla, Alex Alves e Nonato Sales, que apresentaram uma raiz de 4 metros.  Na disputa de quem come mais mandioca, José Carlos manteve a invencibilidade  pelo quarto ano. Ele comeu 400 gramas de mandioca em 50 segundos.

O  reassentamento Riacho Azul, construído pela Santo Antônio Energia, é um dos maiores produtores de mandioca da capital rondoniense. A maior produtora de farinha da região, Neuraci Monteiro, fala com orgulho do seu trabalho no campo. “Há 60 anos trabalho com produção de mandioca que herdei dos meus pais. Hoje, meus seis filhos trabalham comigo e toda nossa renda vem da agricultura familiar”, declarou.

Share On Facebook
Share On Twitter
Share On Linkedin
Share On Youtube

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *