Agricultura familiar é destaque no reassentamento São Domingos

A maioria dos alimentos consumidos em sua mesa, seja aqui em Rondônia ou em outros estados do país, são provenientes da agricultura familiar.

Nos reassentamentos construídos pela Santo Antônio Energia para receber as pessoas que moravam na área da hidrelétrica e do reservatório, várias famílias se dedicam à agricultura. Um dos destaques é o senhor Antônio Varini, morador do reassentamento São Domingos, localizado na margem esquerda do rio Madeira, distante 22 quilômetros de Porto Velho. Ele já produzia em sua propriedade frutas, verduras e hortaliças, no sistema de plantio tradicional, com as hortas no chão, mas com o apoio da Santo Antônio Energia começou a trabalhar também com a hidroponia, que é a técnica de cultivo sem solo, usando água no lugar da terra.

Nas estufas ele cultiva alface, couve e coentro hidropônicos que são comercializados na feira Sabor do Campo, que a partir deste mês de julho está sendo realizada nas manhãs de todas as sextas-feiras, na entrada do prédio da Emater, na avenida Farquar. “Chegamos aqui com muita vontade, mas sem condições financeiras. Inicialmente, começamos com o plantio no chão e recebemos da Santo Antônio Energia adubo, sementes e estrutura. Agora, estamos trabalhando com hidroponia. Hoje, eu me sinto realizado e feliz”, explica o agricultor.

“Inicialmente, começamos com o plantio no chão e recebemos da Santo Antônio Energia adubo, sementes e estrutura. Agora, estamos trabalhando com hidroponia. Hoje, eu me sinto realizado e feliz”

Antônio Varini também se dedica à piscicultura, aproveitando a água dos tanques de peixes, rica em nutrientes, para a irrigação da horta. Sua esposa, Lídia Varini, ajuda nas atividades agrícolas e, mais recentemente, tem se dedicado ao cultivo das Rosas do Deserto, planta bastante apreciada pela beleza de suas flores. Pesquisando na internet, ela aprendeu a fazer a polinização das flores e aprimorou a técnica fazendo cursos em Porto Velho. Atualmente, possui 700 plantas, entre mudas e flores, que também comercializa na feira Sabor do Campo.

O produtor Antônio Varini e a sua esposa Lídia Varini

Para a engenheira agrônoma da Santo Antônio Energia, Priscila Ortiz, os objetivos do programa de reassentamento da empresa foram alcançados. “Nos três primeiros anos proporcionamos para as famílias reassentadas a assistência técnica, treinamentos, capacitação e monitoramento na qualidade de vida. A família Varini é apenas um exemplo de agricultura familiar de destaque. Percebemos que conseguimos alcançar os objetivos de proporcionar meios para que as famílias possa gerar sua própria fonte de renda.”, conclui.

Share On Facebook
Share On Twitter
Share On Linkedin
Share On Youtube

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *