Amigos do Rio despertam consciência ambiental em alunos de escolas ribeirinhas

Difundir a consciência ambiental entre crianças e adolescentes sobre boas práticas para a preservação da fauna local nas comunidades ribeirinhas é o objetivo da campanha Amigos do Rio, que a Hidrelétrica Santo Antônio promoveu para os alunos de duas escolas em Jacy-Paraná, distrito de Porto Velho, e escolas dos reassentamentos construídos pela concessionária Santo Antônio Energia.

Usando palestra, uma peça de teatro e a distribuição de cartilha ilustrada com alguns animais bem conhecidos das comunidades, e que correm risco devido a práticas equivocadas como jogar lixo nos rios e igarapés, a mensagem é difundida.

Tartarugas da Amazônia, tracajás, botos, ariranhas, lontras, jacaré-açu e jacaré-tinga são os bichos cujos hábitos de vida e de procriação são citados na cartilha e que ajudam as crianças a levarem a seus pais e familiares os cuidados que devem ter para preservar a fauna. “As crianças vão chegar em casa e falar com os seus pais que eles não devem retirar todos os ovos dos ninhos das tartarugas, por exemplo, porque essa ação pode comprometer a sobrevivência da espécie”, explica Dina Borges, da ONG CPPT-Cuniã, contratada pela Santo Antônio Energia para execução dos Programas de Comunicação Social e Educação Ambiental da hidrelétrica.

O
Os atores caracterizados de “Boto” e “Tartaruga” lavam sobre a poluição nos rio

 

Três atores da companhia de teatro Diz Farsa representam uma estudante (Carina Tainá) que vai pesquisar sobre os bichos da Amazônia, o Boto (Henrique Jaqueira), que entra em cena enrolado em uma rede de pesca e de lixo e a Tartaruga (Kelvin Ribeiro), narrando que não consegue nadar nas águas poluídas dos rios.

As crianças interagem com o palestrante e com os atores e se mostram dispostas a levar para casa o que aprenderam, como conta a estudante do 3º ano da escola municipal Joaquim Vicente Rondon, de Jacy-Paraná, Tainara Gomes de Souza, de 10 anos. “Achei muito legal e aprendi para não jogar lixo nos rios nem comer todos os ovos de tartarugas”.

Cartilha distribuída na Campanha de Conscientização Ambiental  "Amigos do Rio"
Cartilha distribuída na Campanha de Conscientização Ambiental “Amigos do Rio”

A professora Wanuzia da Silva Tico vai usar o tema da peça teatral no trabalho de Ciências que ela vai aplicar para as turmas em que leciona. “Esse é um trabalho de motivação para que as crianças falem com os pais, tios, avós, sobre o que aprenderam aqui na escola com essa campanha. Vou aplicar um trabalho sobre preservação ambiental para os meus alunos”.

TEATRO

O grupo teatral Diz Farsa existe há dez anos e montou outras peças que têm o foco na conservação do meio ambiente, como destaca o diretor do grupo, Junior Brum. “Mapí e Curupira e o Caso do Saco Plástico” e “Bicho Homem na Floresta” foram os trabalhos que antecederam à atual peça “Amigos do Rio”.

A campanha já foi apresentada nas escolas Cora Coralina e Joaquim Vicente Rondon, ambas no distrito de Jacy-Paraná; também nas escolas Flor do Cupuaçu (reassentamento Santa Rita); Engenho do Madeira (Novo Engenho Velho); escola Riacho Azul (Riacho Azul); e Antônio Augusto Vasconcelos (Vila Novo Teotônio).

A campanha será estendida também aos pescadores e acontecerá dia 20 de novembro, no Centro Comunitário do Parque dos Buritis, no distrito de Jacy-Paraná.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *