Criação de Pirarucu no reassentamento Santa Rita

É difícil imaginar o que o Sr. Domingos Mendes da Silva, morador do reassentamento Santa Rita, localizado a 54 quilômetros de Porto Velho, tem em seu quintal. Ele é responsável por uma unidade demonstrativa de criação de um conhecido peixe de água doce do mundo – o pirarucu.

 

O projeto funciona com oito caixas d´água de 1000 litros e três tanques para recria e engorda. O Sr. Domingos cria uma parte na unidade demonstrativa por três meses até atingir a fase juvenil – cerca de 20 centímetros – quando é comercializado por outros criadores. Já a outra parte vai para tanques maiores onde é feita a engorda para que o pirarucu chegue à fase adulta – após aproximadamente um ano.

 

Em dois anos de projeto, já foram comercializados mais de 4 mil exemplares de peixes em idade juvenil. Com o sistema superintensivo adotado na unidade demonstrativa, o uso da área é maximizado, permitindo a produção de até 50 quilos de peixe por metro cúbico de água.

 

Esse trabalho conta com investimentos da Santo Antônio Energia e apoio da Emater e da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Regularização Fundiária (Seagri).

Share On Facebook
Share On Twitter
Share On Linkedin
Share On Youtube

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *