Guia das Espécies – Jabuti-tinga

Jabuti
Jabuti-tinga

Os jabutis povoam nosso imaginário devido às histórias transmitidas oralmente na quase totalidade das etnias indígenas do Brasil, sendo atribuídos a eles características como a sabedoria e a esperteza. No início da construção da Hidrelétrica Santo Antônio, este animal também foi resgatado e devolvido à natureza.

 

O nome “jabuti” vem do Tupi, e significa “o que é persistente”, pois ele pode andar por longas distâncias e ficar semanas sem comer e beber água. A espécie retratada é a Jabuti-tinga (Chelonoidis denticulata). Ele tem em média 38 cms de carapaça, quando adultos. O casco e alto, um pouco arredondado e marrom, com manchas amarelas. A placa que cobre o ventre (plastrão) é amarelada, com manchas marrons nas bordas.

 

Se alimentam de frutas ou de qualquer matéria orgânica. A reprodução é por ovos, que as fêmeas colocam entre 8 a 15, durante todo ano. Pode viver até 80 anos. Estão distribuídos pelas florestas primárias e secundárias da Bolívia, Brasil, Colômbia, Equador, Guiana Francesa, Guiana, Peru, Suriname, Trinidad e Tobago e Venezuela.

Share On Facebook
Share On Twitter
Share On Linkedin
Share On Youtube

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *