Hidrelétrica Santo Antônio coloca a 33ª turbina em operação

A Santo Antônio Energia obteve hoje, 29 de outubro, autorização da Agência Nacional de Energia Elétrica – ANEEL, para a operação comercial de mais uma turbina, elevando assim para 33 o número de unidades em funcionamento na Hidrelétrica Santo Antônio, localizada no Rio Madeira, em Porto Velho, Rondônia. Com a 33ª turbina em operação, a capacidade instalada da hidrelétrica sobe para 2.355,40 Megawatts.

 A data marca, também, a retomada da motorização e o início de geração da primeira unidade geradora do quarto grupo gerador da Hidrelétrica (GG4), composto por 18 turbinas. Para realizar os procedimentos de construção civil e montagem das turbinas, dando assim continuidade ao processo de motorização, as áreas acima (montante) e abaixo (jusante) do GG4 permaneceram secas por aproximadamente dois anos e três meses.

 Com a retirada das ensecadeiras provisórias de terra e rocha, iniciada em agosto deste ano, e com o alagamento destas áreas, a Hidrelétrica iniciou a bateria de testes pela qual passam todas as turbinas, antes de receberem a aprovação da ANEEL para gerarem energia comercialmente.

 Com o acionamento da 33ª turbina e a retomada do processo de motorização, que colocará as demais 17 unidades em funcionamento até novembro de 2016, a Santo Antônio Energia, responsável pela implantação e operação da Hidrelétrica Santo Antônio, confirma seu compromisso com o cronograma estabelecido e pactuado junto aos órgãos do setor elétrico.

 Novas turbinas

 Seguindo rigorosamente o cronograma, em dezembro deste ano mais uma turbina entrará em operação, totalizando 34 unidades em funcionamento ainda em 2015.  Para 2016, o cronograma de motorização prevê a entrada em operação das 16 últimas turbinas restantes, fazendo com que a Hidrelétrica Santo Antônio atinja sua capacidade instalada de geração de 3.568 Megawatts, suficiente para atender o consumo médio de 45 milhões de pessoas.

Share On Facebook
Share On Twitter
Share On Linkedin
Share On Youtube

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *