Moradores do Santa Rita se dedicam à bovinocultura leiteira

A bovinocultura leiteira tem rendido bons resultados para os moradores do reassentamento Santa Rita, localizado a 54 quilômetros de Porto Velho. Dez famílias já têm o leite como uma das principais fontes de renda. Um exemplo é o produtor Enoque de Abreu, de 41 anos, que está se tornando modelo para os outros moradores do local.

 

O produtor tem 36 vacas com aptidão leiteira e revela que elas chegam a produzir uma média de oito litros de leite por dia que são vendidos no próprio reassentamento e na feira Sabor do Campo. “Tenho carinho por minha criação que é minha fonte de renda. Estou feliz e pretendo melhorar cada dia mais”, conclui.

 

Para incentivar os demais moradores, a Emater, com o apoio da Santo Antônio Energia, realizou um Dia de Campo destinado às comunidades de Santa Rita, São Domingos e entorno. Os participantes aprenderam sobre a importância do pastejo intermitente que recupera mais rapidamente a área de pastagem, se informaram sobre o enriquecimento da ração do gado, que é feito com soja, milho e outros produtos agrícolas, e sobre a importância da higiene na ordenha manual e mecânica. Além das orientações divulgadas no Dia de Campo, a Emater garante outras assistências aos produtores como vacinação do gado e vermifugação.

Share On Facebook
Share On Twitter
Share On Linkedin
Share On Youtube

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *