Pacuera irá nortear o desenvolvimento da região do entorno do reservatório da hidrelétrica

A Santo Antônio Energia está atualizando o Plano de Conservação e Uso do Entorno do Reservatório da hidrelétrica (Pacuera). O documento é um estudo exigido pelo Ibama com diretrizes para o zoneamento da área do reservatório da usina, de seu entorno e também para as Áreas de Preservação Permanente (APP).

Com o Pacuera é possível apontar, por exemplo, quais regiões estão aptas a receber ações turísticas, implantação de agroindústrias, atividades agropecuárias ou extrativistas sustentáveis, tudo isso unindo a conservação ambiental com as atividades das comunidades.

O Pacuera da Hidrelétrica Santo Antônio foi elaborado em 2011 e agora passa por uma atualização para atender às diretrizes do Conselho Nacional do Meio Ambiente e também do novo Código Florestal. “A implantação da hidrelétrica alterou as dinâmicas socioeconômicas da região com a implantação dos reassentamentos, a criação de Áreas de Preservação e as definições sobre o reservatório da usina.  Por tudo isso, esta atualização no documento é importante para que possamos redefinir fragilidades ou identificar novas potencialidades ”, explica o coordenador de Meio Ambiente da Santo Antônio Energia, Ricardo Marques.

As comunidades que vivem na região do entorno do reservatório participaram e contribuíram com a atualização do documento durante as  chamadas Leituras Comunitárias, que terminaram neste mês de agosto. Apresentações também foram feitas para diversos órgãos da Prefeitura de Porto Velho e para o governo de Rondônia.

Agora, o Pacuera será submetido para a aprovação do Ibama e depois disso será divulgado para  toda a sociedade por meio de reunião pública. No final desse processo, o documento servirá como uma importante fonte de consulta para o município, empresas, entidades e a população, norteando o desenvolvimento das áreas localizadas próximas ao reservatório da usina.

Share On Facebook
Share On Twitter
Share On Linkedin
Share On Youtube

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *