O pirarucu é uma das maiores espécies de peixes de água doce. Ele pode pesar até 200 quilos e atingir 3 metros.

Você sabia que existe diferença entre os peixes dos rios e os peixes do mar?

Os peixes de água doce, em geral, são menores e possuem maior concentração de líquido no corpo porque absorvem mais água. Por isso, a carne é mais gordurosa e, em geral, com “sabor de terra” mais acentuado.

As maiores espécies de peixes de água doce são os pirarucus, que podem pesar até 200 quilos e atingir 3 metros, e a piraíba, que pode pesar 300 quilos e atingir 2,5 metros. Ambos são naturais da região amazônica.

Já os peixes de água salgada são mais ativos e coloridos. O alto teor de sais na água leva a uma menor concentração de água no corpo. Por este motivo, o peixe do mar é mais salgado, embora a carne seja mais leve que a do peixe de água doce.

No litoral brasileiro, o maior peixe de água salgada é o tubarão baleia que, em média, mede 12 metros e pesa 12 toneladas!

Um fato  interessante é que o peixe de água salgada não pode viver na água doce porque os líquidos que circulam em seu corpo têm quase a mesma quantidade de sais da água do mar. Ele absorverá tanta água, que inchará e poderá até explodir. Por outro lado, se um peixe de água doce for colocado no mar, ele perderá líquido até ficar desidratado.

Share On Facebook
Share On Twitter
Share On Linkedin
Share On Youtube

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *